Anulada no Lubango edição 2020 da feira agropecuária

O presidente da Cooperativa dos Criadores de Gado do Sul de Angola (CCGSA), Salvador Rodrigues, anunciou, sábado, o cancelamento da Feira Agro-pecuária, edição 2020, devido à Covid-19.

Salvador Rodrigues, que prestou a informação ao Jornal de Angola, disse que a Feira decorre todos os anos, durante o mês de Agosto, por ocasião das Festas da Nossa Senhora do Monte.

Explicou que, por causa da pandemia, a edição 2020 está anulada. Acrescentou que a direcção da Cooperativa dos Criadores de Gado do Sul de Angola já perspectiva a edição 2021. “Em função da pandemia, já estamos a preparar as condições para realizar a edição do próximo ano com maior segurança e em melhores condições, a depender da evolução da pandemia. Mas este ano não haverá essa realização”, lamentou.

Informou que a Feira Agro-pecuária já se tornou uma tradição. Reconheceu que o cancelamento da edição 2020 causou vários transtornos e prejuízos. Esclareceu que a performance da melhor qualidade do gado é comercializada nos leilões. Não podendo realizar a feira, disse, é prejuízo, tanto para os associados, assim como para a direcção da cooperativa, cujas principais receitas provêem da feira.

“É, a partir daí, onde é também promovida a nossa produção. A Feira serve para mostrar do melhor que é feito na vertente agro-pecuária. É destes eventos onde saem as grandes encomendas, de maneira que a Covid-19 trouxe-nos um grande prejuízo, do ponto de vista económico e financeiro”, lamentou.

O responsável informou que a direcção da Cooperativa dos Criadores de Gado do Sul de Angola (CCGSA) continua a trabalhar junto dos associados para observarem as medidas de biossegurança, por ser a via essencial para evitar a propagação e surgimento da doença nas fazendas.

“Os próprios fazendeiros, muito antes da Covid-19, estavam habituados a observar as medidas de biossegurança, devido ao gado, sobretudo na suinicultura. As fazendas têm esses métodos já aplicados e estão reforçados, por causa da pandemia”, garantiu.

A direcção da cooperativa, salientou, tem tido visitas pontuais às fazendas, onde são transmitidas orientações como observar o uso constante da máscara facial, lavagem das mãos com água e sabão constantemente e observar o distanciamento físico entre as pessoas.

Fundada em 2004, a Cooperativa dos Criadores de Gado do Sul de Angola (CCGSA) controla actualmente 90 fazendas localizadas nas províncias da Huíla, Cunene, Namibe, Benguela e Cuanza-Sul.

0 0 votes
Avalia o Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os Comentários
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: