Autoridades sanitárias reforçam medidas de sensibilização contra a cólera

Ndalatando – As autoridades sanitárias da província do Cuanza Norte aumentaram as acções de sensibilização da população para a prevenção da cólera, que afecta cinco países da região Austral de África, vizinhos de Angola.

Ala pediátrica do Hospital Materno Infantil do Cuanza Norte

Em declarações, hoje terça-feira, à ANGOP, em Ndalatando, o responsável do Departamento Provincial da Saúde Pública, Francisco Manuel, informou que às políticas de contenção visam instruir a população sobre as precauções  para evitar a cólera.

Os  cidadãos, acrescentou,  estão a ser informados sobre as medidas de higiene e saneamento do meio, tratamento da água para beber, formas de transmissão e tratamento da cólera .

As acções estão a ser realizadas por profissionais de saúde, órgãos de comunicação social, autoridades tradicionais, líderes de partidos políticos, entidades religiosas e várias organizações da sociedade civil nas comunidades, locais de maior aglomerado populacional e em escolas.

Precisou que o plano de contenção visa igualmente a notificação e averiagução de todos os casos de diárreia, no sentido de se saber as causas da patologia, para prevenir a doença.

A cólera é uma infecção aguda do intestino delgado causada por bactérias Gram-negativas Vibrio cholerae, que secretam uma toxina que provoca diárreia aquosa copiosa, levando à desidratação, oligúria (secreção de urina insuficiente ou inferior ao normal)  e colapso circulatório.

0 0 votes
Avalia o Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os Comentários
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: