Desmobilizados inseridos em actividades produtivas

Lubango – Quinhentos e três desmobilizados das ex-FAPLA e FALA (Unita) dos municípios da Cacula, Gambos, Quilengues, Humpata, Matala e Lubango (Huíla) beneficiaram de três projectos socioprofissionais, iniciativa do Instituto de Reintegração dos Ex-militares (IRSEM).,

O projecto se desenvolve desde 2018 e serão concluídos em Dezembro de 2022.

Trata-se de projectos virados à agricultura, comércio, alfaiataria e carpintaria, financiados pelo governo em mais de 21 milhões, 615 mil e 358 Kwanzas.

O grupo-alvo beneficiou de terras, sementes, charruas, tractores e suas respectivas alfaias, assim como de kits profissionais.

A instituição reintegrou desde 1992, 56.578 ex-militares em actividades produtivas, através das associações da sociedade civil e parceiras com o Estado, segundo deu a conhecer o chefe dos serviços provinciais do IRSEM, na Huíla, José Maria Cesário.

Assegurou que no âmbito do Programa de combate à pobreza, outros 327 ex-militares da Unita integram a Associação Nacional de Deficientes de Angola (ANDA), na componente agrícola e na especialidade de moto-taxi nos municípios da Matala,Quilengues e Gambos.

Até ao momento, segundo a fonte, foram já identificadas 11 mil ex-militares da FAPLA e FALA que precisam ser integrados em projectos afins.

Em relação ao controlo de ex-militares em toda a extensão da província da Huíla, José Cesário, afirmou estar a decorrer um processo de recadastramento dos mesmos para se determinar o número real, um trabalho feito com as administrações municipais, este ano.

0 0 votes
Avalia o Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os Comentários
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: