Dubai Ports gere terminal do Porto de Luanda

A empresa Dubai Ports World (DP World) venceu o concurso público de concessões do Terminal Multiuso do Porto de Luanda, com um plano de investimento na ordem dos 190 milhões de dólares norte-americanos, para o período 2020/2040.

Os resultados foram apresentados, nesta terça-feira, pela Comissão de Avaliação criada pelo Ministério dos Transportes, após o lançamento do curso internacional, a 16 de Dezembro de 2019. Com esta concessão, o Executivo quer promover o desenvolvimento e melhoria da eficiência da actividade portuária, através da selecção deste operador privado de referência mundial.

A comissão, sob orientação do seu coordenador, João Fernandes, propôs ao ministro dos Transportes, Ricardo Viegas D’Abreu, a concessão do Terminal Multiusos do Porto de Luanda a empresa DP World, considerando ser a melhor proposta que se revela satisfatória para o interesse público.

De acordo a avaliação final, a proposta apresentada pela Dubai Ports World tem como características um valor actual de pagamentos à concedente superior a USD 440 milhões, com referência ao ano de 2020.

Ao longo do prazo da concessão, estes pagamentos irão representar um valor à concedente superior a USD mil milhões, dos quais USD 150 milhões na data de assinatura do Contrato de Concessão, como prevê o regulamento. Consta ainda a execução de um plano de investimentos no valor superior a USD 190 milhões, a realizar ao longo dos 20 anos da concessão, com mais de 70% a serem efectuados com recurso a incorporação nacional.

O plano de investimentos compreenderá a reabilitação da infra-estrutura física do cais do Terminal Multiuso de Luanda (TML), realização de obras civis necessárias para implementar um novo plano de planta do TML.

Os investimentos a serem feitos abrangem ainda a reabilitação e aquisição de equipamentos que permitirão a transição da operação do TML para uma operação alicerçada em gruas RTG em linha com as melhores práticas internacionais, bem como a criação de uma plataforma logística externa que permitirá atingir um volume de tráfego objectivo de 700.000 TEUS/ano suportado por um moderno sistema de gestão portuário.

0 0 votes
Avalia o Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os Comentários
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: