Eduardo Paim e Francky Vincent animam fãs na Festa da Kizomba

O músico angolano Eduardo Paim e o antilhano Francky Vincent, das Antilhas, são as figuras de cartaz da Festa ‘Kizomba Old Night’, a realizar-se esta Sexta-feira, 08, às 15 horas, no município de Talatona, em Luanda.

Neste concerto, que terá a duração de 120 minutos, os dois ícones revisitarão os seus diversificados álbuns, trazendo ao público, subtilezas que no passado movimentaram e ainda movimentam pistas de dança em diferentes países.

Com um palco detalhado, ao nível de som, de luz, diapositivos e outros componentes à altura de um grande show com que se pretende presentear o público desta circunscrição e não só, cada artista a seu jeito procurará apresentar o que de melhor tem preparado para os seus fãs.

Com temas bastante conhecidos e algumas surpresas, o músico anfitrião, Eduardo Paim, a quem caberão as honras da casa, passará em revista, os seus grandes sucessos, como “Rosa Baila”, “Foi Aqui”, “Do Kaiaia”, “Luanda Minha Banda”, “Tá-se Bem”, “São Saudades”, “Som da Banda” “Etu Mu Dietu”, “Kizombada”, entre outros temas não mencionados, garantindo surpresas para o segundo plano. Abordado quanto à sua expectativa em relação ao referi- do show, Eduardo Paim referiu que está devidamente preparado para deixar o público muito bem impressionado.

Não obstante os shows ocorrerem em momentos diferentes e Eduardo Paím, ser o primeiro a exibir-se, promete criar uma brincadeira que espera resultar num intercâmbio para brindar os fãs. “À partida, são dois shows se- parados. Como Francky Vincent é a pessoa convidada, eu intervenho primeiro e, em função disso, criamos um intercâmbio para que no dia 9 brindemos as pessoas.

Quem sabe, possa resultar em parceria”, disse. Questionado sobre a banda que irá acompanhá-lo nesta ‘Kizomba Old Night’, Eduardo Paim salientou que está a ser formada, de modo a que não seja muito extensiva, mas interactiva. Já no que ao visitante se refere, adiantou, inicialmente, que estão previstas duas bandas e cada um irá actuar com a sua. “Como sou basicamente o mentor desse projecto, por uma questão de honra, darei as boas vindas ao nosso visitante e coroá-lo com o nosso público, com um momento giro em termos de intervenção e eu”, realçou.

Ainda no que ao alinhamento do concerto diz respeito, a Estrela do Mar das Antilhas, também irá revisitar os seus grandes sucessos, entre os quais se destacam “Fruit de la passion”, “Le tourment d’amour”, “Viens dans mon duplex”, “Vas y Francky c’est Bon”, “Éteins la lumière”, “Ta touffe m’étouffe” e tantos outros.

Eduardo Paím

O artista anfitrião, nascido em Brazzaville, República do Congo, a 14 de Abril de 1964, é um músico angolano, que exerceu uma grande influência no nosso circuito musical, na década de 80, surgindo no início da década de 90 em Portugal, como um dos mais influentes criadores do género musical Kizomba. Compositor, cantor e produtor musical, a sua obra, desenvolvi- da quase toda nos anos 80 e 90, continua a marcar várias gerações.

Em mais de 30 anos de carreira, Eduardo Paím Fernando da Silva editou os álbuns, “Luanda, Minha Banda”, em 1991, “Novembro” (1991), “Do Kayaya” (1992), “Kambuengo” (1993), “Kanela” (1994), “Ainda a Tempo” (1995), “Mujimbos” (1998), “Maruvo na Taça” (2006), entre outros.

Franck Joseph

“Francky” Vincent, nascido a 18 de Abril de 1956, em Pointe-à- Pitre, é cantor, compositor produtor musical, pintor, gestor de talentos. Intérprete de mais de 170 canções, é também empresário do zouk, actor e editor. Intérprete de vários sucessos desde a década de 1990 como ”Passion Fruit” e “Alice That Slips”, em 1991 ou “You Want My Zizi” em 2004. Conhecido pelo seu repertório cómico e espontaneamente picante, é um dos mais famosos cantores das Índias Ocidentais nas metrópoles onde vendeu 3 milhões de álbuns.

0 0 votes
Avalia o Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os Comentários
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: