“Não abandonei a UNITA”, esclarece David Kissadila

O “ministro sombra” da UNITA, que recentemente foi nomeado pelo Presidente da República para integrar a Comissão de Gestão que tem como objectivo dinamizar a política empresarial do Entreposto Aduaneiro de Angola, esclareceu, neste domingo, 27, em exclusivo ao Correio da Kianda, serem falsas as informações de que o mesmo teria deixado “os maninhos” para ocupar o cargo.

David Kissadila, que desvalorizou os referidos rumores do suposto abandono à militância do “Galo Negro”,  considerou-as como sendo falsas e infundadas.

“Eu tenho uma posição firme e ninguém vai me tirar isso”, esclareceu, acrescentando ser um quadro do Ministério do Comércio, instituição do Estado pela qual foi nomeado.

Para integrarem a Comissão de Gestão do Entreposto Aduaneiro de Angola, o Presidente da República, João Lourenço, nomeou, na semana finda, para além de David Kissadila, Eduardo Júlio de Almeida Machado, Afonso Mkaka, Patrício do Rosário da Silva Neto e João José, num único despacho em que o Titular do Poder Executivo exonerou o Conselho de Administração do Entreposto Aduaneiro de Angola, nomeado em Dezembro de 2017, acabando assim, por cessarem as funcões, Ludgério de Jesus Florentino Pelinganga (Presidente do Conselho de Administração), bem como os administradores Mariana da Luz Silva Santos, Bráulio Dias dos Santos Caetano de Brito, Fernando Silvério Pegado Sobrinho e Alice Paula dos Santos Neves.

Fonte: Correio da Kianda

0 0 votes
Avalia o Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os Comentários
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: