POLÍCIA EM BENGUELA MAIS CAPACITADA EM MATÉRIA DE AMBITO LEGAL

BENGUELA – A informação foi avançada, nesta terça-feira 18 de Agosto, no Anfiteatro da Delegação Provincial do MININT, pelo Presidente da Ordem dos Advogados de Benguela, Vanildo Sima, durante acto de encerramento do Ciclo de Formação em matéria Jurídico/Policial, ministrada aos Comandantes municipais, de Esquadras e chefes de postos policiais.

A acção teve por objectivo assegurar o respeito pelos princípios da legalidade, igualdade, proporcionalidade, entre a Polícia, a Sociedade e os demais primados nas leis vigentes no país. 

Durante a formação, que decorreu num período de catorze dias úteis, os Comandantes aprimoraram conhecimentos em matérias de Direito processual, Direito Penal, Actuação Policial e Técnicas de elaboração de Expediente.

Na ocasião, o presidente do acto fez saber que com este Ciclo de Formação, a Polícia em Benguela vê o seu papel reforçado, na medida em que agregou valores para responder os desafios sociais com brio e profissionalismo.

Em qualquer estado democrático e de direito, o que se exige da polícia é uma actuação compatível estabelecida na constituição e na lei, sobretudo em matéria de Direitos Humanos. Pois a actuação policial deve estar proporcional ao uso da força, destacou.

“Tem se dito que a Polícia é uma das profissões públicas que acarreta consigo maior responsabilidade em relação à imagem do Estado”, finalizou Vanildo Sima.

Refira-se que, fizeram parte do acto, o comissário Aristófanes dos Santos Delegado e Comandante Provincial da Polícia Nacional o Sub-Procurador Geral da República Titular de Benguela, Carlos Manuel dos Santos, o Capitão de Fragata, Manuel Jacinto Malungo Procurador Militar da Região Naval Sul e o Delegado do SINSE.

0 0 votes
Avalia o Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os Comentários
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: