Sair de Luanda em trabalho já não precisa autorização

A economia falou mais alto na definição das novas regras para o estado
de calamidade pública. A mais importante é a facilidade com que os
profissionais e empresários terão de circular por todo o território
nacional, sendo que para entrar e sair de Luanda por motivos
profissionais já não é preciso autorização da Comissão Interministerial. A partir de agora, começou na quarta-feira, estas deslocações obrigam apenas à apresentação de uma guia da entidade patronal que indique o motivo e a duração da estadia. E, claro, um teste serológico negativo.


Nesta lógica de apoio à retoma económica foi também aprovado o
alargamento do horário do comércio e serviços, que passa a ter um
intervalo de laboração entre as 7h00 e as 20h00, mantendo-se a
utilização máxima da força de trabalho em 50% na província de Luanda e
75% no resto do País. Também a restauração vai ter mais uma hora para
trabalhar, foi alargado o prazo de fecho para servir no próprio espaço
para as 22h00.

Importante também é o aumento do horário de funcionamento dos
mercados e venda ambulante, passam a ter mais dois dias para funcionar,
agora da terça-feira ao sábado das 6h00 às 15h00, com a reserva de
domingo e segunda para acções de desinfecção dos locais de venda.

0 0 votes
Avalia o Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os Comentários
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: