UNITA recebe financiamento de “marimbondos” para desestabilizar governação de João Lourenço

Fontes do Correio da Kianda confidenciaram, no princípio da tarde desta quinta-feira, 22, com provas documentais que poderão ser publicadas em próximas edições deste jornal, que um grupo de políticos com inclinações à governação de José Eduardo dos Santos, insatisfeitos com a bandeira de combate à corrupção do actual Presidente da República, estariam por trás das manifestações que a UNITA pretende levar à cabo daqui para a frente, com início neste sábado, 24, conforme publicamosanteriormente.

Avança a fonte que temos vindo a citar, por sinal muito ligada aos chamados “marimbondos”, que entre os destaques das personalidades políticas por trás dos supostos financiamentos, aponta-se o nome da empresária Isabel dos Santos, filha do antigo Presidente da República, que tem estado a contar com figuras do actual governo, por sinal, do gabinete do presidente João Lourenço.

A estratégia dos chamados “marimbondos”, revela a fonte, baseia-se na ideia de “contrapor as energias e forças do presidente João Lourenço que, de forma incansável, tem se esforçado para recuperar o que foi constituído com dinheiro público”.

“Os marimbondos tudo têm feito para tentar contrapor a luta do presidente João Lourenço, mas, graças a firmeza do Presidente da República, até o momento os marimbondos continuam sem chance de manobras para atrapalhar a firmeza do Chefe de Estado, que é a recuperação de tudo quanto foi construído com dinheiro público”, fez saber a fonte.

Acrescenta a fonte fidedigna deste jornal, que Adalberto Costa Júnior, presidente da UNITA, tem estado a sentir-se cada vez mais frustrado e fragilizado, com as contestações no seio do partido do “galo negro”, onde os filhos de Jonas de Savimbi, por unanimidade, não têm estado a concordar com as suas políticas, dentre elas “o populismo e a tentativa de limpar a sua imagem de um engenheiro com formacão duvidosa”.

Sublinha uma fonte do gabinete de Adalberto Costa Júnior que a pressão por parte dos chamados “marimbondos” em virtude do suposto compromisso financeiro que o presidente da UNITA tem estado a receber, tem obrigado Adalberto Costa Júnior a enveredar em promessas enganosas, nos denominados “movimentos revolucionários” que têm sido incentivados pela UNITA, a sair às ruas para protestar contra a governação de João Lourenço.

Contactado pelo Correio da Kianda, diante das sucessivas acusações, nenhum militante da UNITA aceitou pronunciar-se sobre o caso, por medo de represália, da direcção de Adalberto Costa Júnior.

No entender de  Seydú Guimarães, professor  universitário e especialista em direito constitucional  e governação, o partido do “galo negro”, na pessoa de Adalberto Costa Júnior, estaria sim, a fazer um aproveitamento político, uma vez que estaria a usar jovens da sociedade civil para pressionar o presidente a resolver situações, fora do seu alcance.

Uma matéria que terá outros desenvolvimentos nas próximas horas.

0 0 votes
Avalia o Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os Comentários
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: