Zaire: Falta de gasolina provoca especulação de preços

M’banza Kongo – Um litro de gasolina está desde sábado a ser comercializado ao preço de 500 Kwanzas no mercado informal da cidade de M’banza Kongo, província do Zaire, devido à falta de combustível nas bombas da localidade, desde sexta-feira.,

Numa ronda efectuada na manhã desta segunda-feira pela Angop, as duas principais bombas (Sonangol e Pumangol) que atendem à cidade estão às “moscas”, situação que está a ser aproveitada por revendedores deste produto para aumentar o preço do litro de gasolina de 300 para 500 Kwanzas.

Nas bombas, o preço oficial de um litro de gasolina é de 160 kwanzas.

Contrariamente à gasolina, há gasóleo na cidade de M’banza Kongo. 

Alguns gerentes de bombas afirmaram que a escassez de gasolina na cidade de M’banza Kongo se acentuou desde que os camiões-cisternas passaram a adquirir o produto a partir da vila do Soyo, contrariamente de Luanda, antes da Covid-19.

“O sistema de abastecimento de combustível da cidade do Soyo é muito reduzido e não satisfaz a demanda. De momento, dificilmente a cidade de M’banza Kongo fica dois dias consecutivos com gasolina”, acrescentaram.

Informaram que, antes da pandemia, semanalmente recebiam três a quatro camiões-cisternas, contra um recepcionado actualmente em setes dias.  

A situação está a preocupar os utentes de viaturas e motorizadas, que, muitas vezes, se arriscam em adquirir a gasolina comercializada no mercado informal.

“Muitas vezes, a gasolina vendida na praça é adulterada e provoca danos aos carros”, disse Pedro Lemos, automobilista.

Segundo o nosso interlocutor, a solução passa também pela construção de mais postos de atendimento de combustível na cidade de M’banza Kongo, para fazer face ao actual parque automóvel da urbe.

Apenas a Sonangol e a Pumangol têm bombas de combustível em M’banza Kongo. Existem ainda as adaptadas em contentores.

0 0 votes
Avalia o Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os Comentários
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: