Endiama: Adjudicações directas levantam suspeitas

O volume de adjudicações da ENDIAMA a uma empresa de equipamentos mineiros, Transorga Limitada, fornecedora de maquinaria pesada de fabrico alemão e automóveis, controlada pela Transorga Holding AG e participada por Gernot Heinrich Heller e Helmut File, tem levantado vários questionamentos e suspeitas.

Segundo apurado, na constituição da sociedade esteve envolvido Carlos Jorge Barbosa Magalhães, cidadão português natural da Suíça.

Na Suíça, o referido cidadão é administrador da Transorga Holding AG, presidida por Gernot Heller, e director da Transorga Trading SA e Transorga Engineering.

Em 2017, ambos cederam as suas quotas na Transorga (Angola) Limitada à Transorga Holding AG e esta cedeu parte da sua quota a uma sociedade denominada Focus Consulting Angola, controlada pela mulher deste Augusta Delgado Delgado Magalhães.

De acordo com fontes da empresa, a relação do PCA da Endiama com a Transorga data do tempo em que Ganga Júnior era DG da Sociedade Mineira da Catoca.

A relação do PCA da Endiama com os sócios da empresa já terá sido objecto de suspeitas no passado, devido ao elevado volume de adjudicações, directamente e por montantes considerados acima dos valores de mercado (equipamento e sondagens), de acordo com as mesmas fontes.

O África Monitor revelou recentemente que na base das referidas suspeitas terá estado o afastamento de Ganga Júnior pelo parceiro da ENDIAMA, gestor na Sociedade Mineira de Catoca, o empresário Lev Leviev, que entrou no projecto a pedido da empresa mineira russa ALROSA.

0 0 vote
Avalia o Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os Comentários
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: