SIC detém diretor do INSS por crimes de burla e falsificação

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) em Benguela deteve, segunda-feira, o director dos serviços municipais do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), Rene Baptista dos Anjos, por supostamente estar envolvido em crimes de burla e falsificação de documentos.

De acordo com o porta-voz do SIC, em Benguela, sub-inspector Victorino Kotingo, em declarações hoje à imprensa, o responsável do INSS está arrolado no processo de uma associação criminosa que desfalcou os cofres do Estado em mais de 14 milhões de Kwanzas de 2019 até a presente data.

O valor serviu para pagamentos de pensões de reformas a cidadãos que auferem salários mensais, como efectivos do Ministério da Educação.

Deste modo, acrescentou, os mesmos estão implicados na prática dos crimes de burla por defraudação, falsificação de documentos, que atestam a falsa  prova de vida, associação criminosa, fraude na obtenção de subsídios ou subvenções, tráfico de influência e corrupção.

 Adiantou ainda que faz parte do leque de detidos outros três cidadãos supostamente beneficiários, bem como um elemento que se fazia passar por chefe de recursos humanos da direcção provincial da educação.

Victorino Kotingo esclareceu que o suposto chefe dos Recursos Humanos da Educação e o chefe do INSS encarregaram-se da falsificação de todo o processo para a inserção de indivíduos no sistema de segurança social.

Segundo o porta-voz, o Ministério Público poderá ordenar mais diligências que culminarão com a detenção de outros elementos implicados, tendo em conta a complexidade processual dos autos.

Fonte: Angop

0 0 vote
Avalia o Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os Comentários
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: