BOMBÓ MOLHOU: JUÍZA REGINA DE SOUSA EM APUROS POR SE METER CONTRA OS MARIMBONDOS

Bombó molhou para a juíza Dra. Regina Carmo de Sousa por tentar pôr fim ao incumprimento de sentenças judiciárias por parte de muitas empresas assegurados por marimbondos, ao ter ido constatar se a sua decisão teria sido executada pelo Banco Económico, pelo que agora incorre a um processo disciplinar.

Ao ter ido pessoalmente ao Banco Económico para exigir que se cumprisse uma decisão por ela tomada, em sede de tribunal, uma vez que já é de conhecimento comum que esta instituição bancária não tem obedecido muitas ordens deliberadas pelo tribunal, a juíza de Direito, afecta a 2° Secção da Sala do Cível e Administrativo do Tribunal Provincial de Luanda, agora encontra-se envolvida num processo disciplinar, como se a intenção fosse prejudicar o Estado angolano!

Nos últimos dias, ao longo de um processo criminal que decorre contra este banco comercial, chegou-nos aos ouvidos que a advogada deste banco, Ana Paula Godinho, por conta da influência que goza no seio de grandes figuras do MPLA, na era de José Eduardo dos Santos, tem influenciado magistrados superiores e, até mesmo, costuma a rasurar documentos oficiais do tribunal.

Como é possível questionar uma Juíza que segue as regras do ofício, e sair em defesa de um réu (no caso o Banco Económico), que evidentemente viola a lei? Assim a opção do Tribunal é repudiar uma colega (que está certa) e defender um réu (às claras sem razão)? A Sra. Juíza não fez aquela ação.

Com a intenção de impedir que males desta natureza ainda impedem o bom exercício da justiça em Angola, a juíza Dra. Regina de Sousa decidiu tirar do seu tempo em momento para ir constatar se a lei se está a cumprir, ou não, pelo que lhe custa agora o risco de deixar de exercer aquilo que por longos anos se terá preparado.

É absurdamente lamentável que, mesmo na senda de um governo novo, que assegura primeiro o bem de Angola e dos angolanos, pessoas que tentam exercer bem o seu trabalho, independentemente dos erros dos outros, ainda acontecem injustiças, até dentro do órgão que devia velar por ele.

Por: Kizúa Massoxe

0 0 votes
Avalia o Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os Comentários
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: